É a escola a única instância educadora na sociedade contemporânea? É legítimo impor a toda a sociedade um único modelo educacional? Em pleno século XXI, é impossível pensar alternativas sérias ao modelo escolar? O que estão fazendo aqueles que tiveram a coragem de educar seus filhos fora da escola? Como pensar e implementar um processo sustentável de educação fora da escola?

Estas e muitas outras perguntas tem neste blog um espaço para construir respostas. Educar os filhos na sociedade do conhecimento é um desafio que supera de longe o modelo escolar...é urgente dedicar-nos coletivamente a consolidar essas alternativas.

Follow by Email

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Como funciona o Homeschooling- o caso americano VI

Métodos para o aprendizado escolar domiciliar II

Método Charlotte Mason
Este método se baseia nos princípios de ensino de Charlotte Mason. Esses princípios estão descritos no trabalho de seis volumes, "The Original Home Schooling Series", de Charlotte M. Mason. Além dos assuntos centrais padrão, o estudo de belas artes e da natureza é integrado. O elemento que se destaca neste trabalho, entretanto, não tem muita relevância no método de ensino e sim nos testes aplicados para testar o conhecimento adquirido. Em vez de usar um formato de teste padrão de perguntas e respostas, um processo chamado de "narração" para quantificar a aprendizagem é utilizado. A autora Catherine Levison o explica desta maneira:

Pedimos à criança que nos conte tudo o que sabe a respeito do Canadá, da polinização, do sistema endócrino, da divisão polinomial ou qualquer outro assunto que estudamos naquele dia ou no ano inteiro. Isto ajuda os pais a saber imediatamente se sua criança entendeu e compreendeu os materiais com os quais está trabalhando. O ponto principal é que você não pode narrar aquilo que não sabe e só consegue narrar o que realmente sabe.

Método Waldorf
O método Waldorf se baseia nas pesquisas e trabalhos do cientista austríaco Rudolf Steiner. Preocupado em educar o que ele chamou de "criança completa," Steiner enfatizou uma variedade de tópicos criativos que as escolas tradicionais geralmente consideram acessórios, tais como belas artes (pintura, música e teatro), idiomas estrangeiros, costura e até jardinagem. O estágio de desenvolvimento dos alunos dita os objetos de estudo e trabalhos em classe. Algumas pessoas se referem a isto como o método da "cabeça, coração e mãos".

Estudos de unidade
Os estudos de unidade podem ser considerados como o método de aprendizado escolar domiciliar multi-tarefas. Um tópico ou tema específico é desenvolvido através de várias áreas acadêmicas e pode se estender de uma semana a um semestre inteiro. O tópico ou tema pode ser qualquer coisa desde o livro de uma série (como "Harry Potter") até um feriado, um esporte ou um animal. Então, esse tema é desenvolvido através de vários assuntos como história, literatura, matemática e ciência. Este método pode ser bastante ativo e os pais podem fazer com que o aluno ajude a decidir quais atividades serão incorporadas à unidade de estudo: realização de experiências, criação de linhas de tempo, visita a museus, pesquisas em bibliotecas, leitura de livros, programas ou documentários especiais na TV e assim por diante.

Sem escola
Também conhecido como "aprendizado direcionado à criança" e "aprendizado natural", o termo "sem escola" foi originalmente usado pelo autor John Holt. Este método é exatamente o que expressa: não há escola. Para seguir este método, você pega tudo o que sabe a respeito de escolas: a programação rígida, as atividades direcionadas pelo professor, o livro escolar e assim por diante, e esquece.


Foto cedida A to Z Home's Cool
Um aluno da escola domiciliar aprende sobre fiação observando um especialista armar fogos de artifício controlados eletronicamente

O método sem escola talvez seja a progressão mais natural dos fundamentos do aprendizado escolar domiciliar que os pais já desenvolveram com seus filhos. O aprendizado simplesmente permanece como parte natural do dia, todos os dias. A criança decide o que quer fazer a cada dia, seja ir à biblioteca ler livros sobre baleias ou realizar experiências científicas na cozinha o dia inteiro.

À medida que as crianças não escolarizadas ficam mais velhas, elas podem integrar aulas e seminários externos à sua programação. O ponto-chave aqui é que o próprio aluno gerencia a programação e deve fazer os arranjos necessários para que essa programação seja cumprida. Como um aluno sem escola coloca, "Eu planejo o que faço, portanto, tenho um impressionante senso de comprometimento com o que estou fazendo. Ao invés de receber ordens sobre o que e quando fazer e simplesmente ser jogado de lá para cá, de atividade para atividade, eu posso escolher". Com essa escolha, vem a responsabilidade do planejamento da logística e da integração da programação do aluno à programação maior da família, fazendo desta a lição fundamental para o gerenciamento do tempo.

Os pais estão por perto para dar suporte, ajudando a manter ou incentivar um ambiente de aprendizagem positivo e enriquecedor, respondendo perguntas e atuando com idéias. Mas, essencialmente, é a criança que está no comando.


Foto cedida A to Z Home's Cool
Um aluno da escola domiciliar examinando o esqueleto de uma baleia no Laboratório Marinho, em Santa Cruz, CA

Método eclético
Esta metodologia tem muito a ver com um cardápio de métodos. Os pais do aprendizado domiciliar eclético selecionam uma variedade de elementos de alguns ou todos estilos de aprendizado escolar domiciliar e desenvolvem um método personalizado que atenda ao estudante e ao professor. A vantagem desta metodologia é que ela é fácil de ser moldada a qualquer estilo de aprendizagem.

Além de todos esses métodos e metodologias, existe uma vasta gama de possibilidades para aperfeiçoar a experiência do aprendizado escolar domiciliar da criança. Uma variedade de escolas arrendadas, escolas público-privadas e escolas virtuais fornecem oportunidades de aprendizagem à distância através da Internet. Os estudantes da escola domiciliar também podem realizar cursos independentes e cursos por correspondência de universidades e faculdades no mundo todo.

Agora você conhece um pouco das várias metodologias e como encontrar mais informações sobre cada uma delas. Existe ainda um outro elemento crucial que deve ser levado em consideração: estilos de aprendizagem.


Foto cedida NASA
No torneio nacional de botball: escola intermediária Otter Creek de Terra Haute, IN vs. Escola domiciliar Rolla Area de
St. James, MO

Nenhum comentário:

Postar um comentário